Esportes

Publicidade
Publicidade


15/03/2018 19:12

Nacional de Patos vence o Atlético e encaminha permanência na elite



Atlético-PB e Nacional de Patos se enfretaram no Perpetão, em Cajazeiras, na noite desta quarta-feira, em busca de uma vitória que deixasse o vencedor em boa situação no quadrangular da morte do Campeonato Paraibano. E, no fim das contas, um gol único de Vitor Caicó, aos 30 do segundo tempo, deu ao Canário do Sertão, o resultado desejado e a liderança isolada nessa briga para escapar do rebaixamento.

No primeiro tempo, Atlético-PB e Nacional fizeram um jogo sem grandes emoções. Quando o Trovão Azul foi à frente, parou em boas defesas do goleiro Pantera, como nas finalizações de Bruno e Cleitinho. Já o Canário do Sertão também teve seus bons momentos, principalmente com Ruan, que foi o atleta alviverde que mais deu trabalho à defesa atleticana. Mas, no fim das contas, a pouca criativadade acarretou uma primeira etapa com o placar zerado.

O segundo tempo no Perpetão não foi muito diferente da primeira etapa. Os dois times seguiram criando muito poucas chances e, quando conseguiam levar algum perigo aos gols adversários, paravam em boas defesas dos goleiros. A exceção aconteceu aos 30 minutos, quando Vitor Caicó finalizou para vencer o goleiro Gerson e mandar para as redes, abrindo o placar para o Nacional de Patos. A partir daí, o Atlértico-PB esboçou uma pressão, buscou o empate, mas, desorganizado, ficou apenas nas tentativas e acabou mesmo derrotado dentro de casa.

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo domingo, desta vez com mando de campo do Nacional de Patos. O próximo encontro entre os dois times está marcado para as 17h do próximo domingo, no Estádio José Cavalcanti, em Patos.

Com a vitória, o Nacional de Patos chegou aos 7 pontos e assumiu de forma isolada a liderança do quadrangular da morte. O Atlético-PB segue em segundo, com 4 pontos, mesma pontuação da Desportiva Guarabira, que venceu o Auto Esporte por 1 a 0. Já o Macaco Autino tem apenas 1 ponto e vive situação bem complicada na competição.

 

Globo Esporte